Ryokan: uma experiência típica japonesa

Hospedar-se em um ryokan é uma experiência que possibilita ao turista conhecer um pouco mais da cultura japonesa e que vale muito a pena. Veja mais detalhes abaixo.

O que é o ryokan?

O ryokan é um meio de hospedagem japonês. Ao invés de ficar em um hotel, o turista pode se hospedar em um ryokan.

Como é o ryokan?

Por lembrar uma casa típica japonesa, o ryokan é revestido de tatâmi no chão, o que impossibilita o hóspede de entrar no local com qualquer tipo de sapato. Dessa forma, é necessário ficar descalço logo na entrada (ou também é possível calçar um dos chinelinhos que são disponibilizados). Os quartos são cômodos que, de dia, possuem uma mesa baixinha com cadeiras encostadas no chão para as refeições e, à noite, contam com uma cama macia e rasteira que é montada por um dos funcionários do estabelecimento. Há quartos com banheiros privados, mas a maioria dos ryokans possui toaletes compartilhados (que são extremamente limpos). As paredes entre os quartos são bem finas e, muitas vezes, o ryokan tem um jardim japonês bem charmoso do lado de fora.

Como funciona o banho no ryokan?

O banho típico japonês é feito em um onsen, que é um ofurô de madeira com água bem quente e circulante. O ryokan possui alguns onsens compartilhados e, na maioria das vezes, é possível reservar uma hora para uso pessoal. Antes de entrar na "banheira", há chuveiro, um banquinho e amenities. O hóspede pode se sentar para se lavar e só depois é recomendada a entrada no onsen (pelado mesmo). Como a água é circulante e as pessoas já entram limpas, é algo bem higiênico (muito mais do que piscinas), além de ser extremamente relaxante. O ryokan disponibiliza roupões de panos nos quartos para que o hóspede possa ir e voltar do onsen mais à vontade.

O que vestir no ryokan?

Além do roupão, que serve para ir e voltar do onsen, o ryokan disponibiliza quimonos para o hóspede. Não é necessário utilizá-lo, mas certamente será algo que fará sua experiência mais japonesa ainda.

É possível comer no ryokan?

Sim. O ryokan oferece dois tipos de hospedagem: um com jantar e café da manhã e outro sem comidas. Em alta temporada, é possível escolher apenas a primeira opção. Logo que o hóspede chega ao ryokan, ele agenda o horário do jantar e do café da manhã, que são servidos no quarto. As opções são limitadas: no ryokan em que ficamos em Kyoto, o jantar poderia ser entre 18h e 19h30 e o café entre 6h30 e 8h30. A comida, nas duas refeições, é super japonesa e deliciosa. No jantar, comemos vários pratos, acompanhados de chá. Para o café da manhã, esqueça qualquer tipo de comida ocidental (pão, sucrilhos, ovos etc). São servidos peixes, legumes e tofus. Tudo muito diferente do que estamos habituados mas, sem dúvida, uma delicia!

Quantos dias ficar no ryokan?

O ryokan custa cerca de 20.000 yens (com alimentação) e o valor é cobrado por pessoa. Mesmo sendo uma opção cara, recomendamos que o turista fique uma noite para vivenciar a experiência. Mas se der para ficar mais, certamente não haverá arrependimentos.

#Japão #Ryokan #Kyoto