5 coisas para fazer em Hong Kong

Hong Kong é considerada uma região administrativa especial da China, o que significa que, embora faça parte do país e dependa dele no que tange às relações diplomáticas e militares, possui autonomia em todos os outros âmbitos, como econômico e político. Por exemplo, a moeda e o passaporte são diferentes dos chineses.

Veja abaixo algumas atrações para conhecer quando estiver na cidade. 😊

1. Pegar o teleférico e ver o Buda gigante

Com 34 metros de altura e 250 toneladas, o Tian Tan, também conhecido como Buda Gigante, é a maior estátua de um Buda sentado do mundo. Logo abaixo dele, estão mais seis figuras que representam a tradição budista de se fazer oferendas às divindades e, para completar o visual, uma vista linda do terreno montanhoso da ilha de Lantau.

Para chegar até o Buda, é necessário pegar um teleférico que percorre 6 quilômetros (e também tem uma vista bem bacana) e ainda subir mais 268 degraus.

2. Comer em um dos 65 restaurantes com ao menos uma estrela Michelin

Para se ter uma ideia, o Brasil possui 16 restaurantes com ao menos uma estrela Michelin. Hong Kong conta com 4 vezes mais. A região possui ótimos restaurantes, que oferecem desde comidas ocidentais até pratos típicos, como dim sum e ganso.

Como a oferta de restaurantes estrelados é grande, é possível encontrar estabelecimentos com preços mais acessíveis. E vale lembrar que, muitas vezes, o lugar não é aquelas coisas em termos visuais, mas a comida compensa!

3. Apreciar o skyline da cidade em cima do Victoria Peak

Para subir na maior montanha de Hong Kong, é necessário pegar um bondinho que funciona desde 1888. Em poucos minutos, você chegará ao topo e poderá apreciar uma linda vista da região e de seu skyline.

E não é só isso: lá em cima há um complexo com restaurantes, cafeterias, museus e lojinhas. Muito bem estruturado!

4. Andar pela Tsim Sha Tsui Promenade e conhecer a rua das estrelas

Para se ter uma das melhores vistas do famoso skyline de Hong Kong, basta caminhar pelo calçadão Tsim Sha Tsui. Diariamente, às 20h, há ainda um show de luzes e música sob os arranhas-céus que dura 13 minutos.

Além disso, a calçada conta também com estátuas de famosos do oriente, como o ator Bruce Lee, que viveu grande parte de sua vida em Hong Kong.

5. Fazer um bate-volta para Macau

A 65 quilômetros de Hong Kong, está Macau, outra região administrativa especial da China.

Colonizada pelos portugueses, o destino é um "prato cheio" para os brasileiros fazerem um bate-volta de ferry: todas as placas estão em cantonês e português (o que já é uma atração para nós), há excelentes restaurantes "da terrinha" e também cassinos como os de Las Vegas (mas tendo uma receita seis vezes maior!).

Além disso, o centro histórico é muito rico em bonitos edifícios coloniais, como igrejas, prédios públicos e monumentos. Em primeiro lugar dessa lista estão as Ruínas de São Paulo, o cartão postal da cidade!

Placa em cantonês e português

Cassinos

Ruínas de São Paulo

#Ásia #HongKong #Macau #cidade