Nossos dias em Montenegro

Desde o começo da viagem, mudamos bastante nosso roteiro original. A ideia era fazer uma viagem, na sua maioria por terra, desde a Grécia até a Polônia, passando por diversos países do Leste Europeu. No entanto, nossa merecida pausa na Itália, as atuais circunstâncias da imigração na Europa e nossa vontade de revisitar alguns países da Europa Ocidental nos fizeram ter que escolher quais desses países manter.

A Croácia era o número um da lista. Muito havíamos ouvido falar da beleza das suas cidades e do seu litoral e, por isso, não queríamos perder essa oportunidade. E logo ao lado da Croácia estava Montenegro. Um país tão pequenininho que parecia poder ser visitado em pouquíssimos dias. Reservamos então 3 dias para ele. À medida que líamos nosso guia, ficamos mais fascinados pelo que ele tem a oferecer, com suas cidades históricas e sua natureza incrível, e sentimos uma pontinha de remorso por não ter planejado mais dias por aqui. Mas é assim uma volta ao mundo! Pode parecer que um ano de viagens é o suficiente para conhecer o mundo todo, mas não é nem um pouco...

Enfim, escolhemos passar nossos três dias na região da Baía de Kotor, da qual vimos fotos e lemos excelentes relatos. Optamos por nos basear na cidade de Kotor mesmo e fazer day-trips para as demais cidades da região. Eis aqui o nosso roteiro:

Dia 1 - chegada em Kotor

Pegamos um ônibus de Dubrovnik até Kotor, listado como patrimônio mundial da UNESCO. Ticket que pode ser reservado online pelo site https://getbybus.com/en/. Depois de uma longa parada na imigração em que um oficial croata e depois em que outro montenegrino verificaram e carimbaram nossos passaportes, e de um belo caminho pela baía, chegamos em Kotor.

A histórica cidade, existente desde o império romano e que chegou a ser controlada pela república de Veneza, é de fato muito charmosa. Várias igrejas, tanto católicas como cristãs ortodoxas (a religião oficial de Montenegro) povoam a cidadela. Além disso, restaurantes e cafés, vistos aos montes, são ótimos lugares onde se pode parar por uma horinha para se descansar do calor e apreciar as montanhas que protegem a cidade.

Um ótimo passeio é a subida à fortaleza: uma caminhada de uns 40 minutos pelas muralhas de Kotor, as quais sobem até o topo de uma montanha. Apesar de ser um caminho íngreme, a vista que se tem da cidade velha e da baía compensam cada passo.

Dia 2 - Budva e Sveti Stefan

No segundo dia, pegamos um ônibus da estação central de Kotor até Sveti Stefan (Santo Estevão em montenegrino), uma linda praia que não se encontra exatamente na baía, mas que merece ser visitada! A maior atração de Sveti Stefan é paradoxalmente um local que não pode ser visitado. Um grupo privado é dono de toda a cidade velha, uma ilha (ou seria península?) que foi convertida em um hotel de luxo. Os reles mortais que visitam a região por um dia têm duas opções: vê-la de longe ou pagar 20 euros por pessoa para entrar. Como achamos o preço meio salgado, nos contentamos com as fotos do lado de fora...

Mas não nos desesperamos! Pudemos curtir um belo dia de sol na praia pública ao lado, nadando inclusive para uma ilha próxima.

Uma coisa que acabamos não fazendo, mas que talvez seja interessante, é visitar o centro histórico de Budva. Essa cidade, mais famosa pelas baladas, aparenta ter um belo centro que, infelizmente, não tivemos pique de visitar (seria a velhice chegando ou o calor infernal do dia?).

Dia 3 - Perast

Bem próxima a Kotor, está Perast, uma também charmosa cidadezinha onde se vê a grande influência dos venezianos, principalmente na arquitetura. É possível chegar lá usando o ônibus local que faz a rota frequentemente (BlueLine é o nome da companhia).

O passeio obrigatório de Perast é a visita à ilha Nossa Senhora das Rochas. Pegue um barquinho que, por 5 euros e alguns minutos, te deixa e te traz dessa ilha artificial onde se encontra uma pequena igreja e um microscópico museu. A entrada aos dois não vale muito a pena, mas custa somente 1 euro, então, por que não?

Em poucos dias pudemos conhecer bem a região da Baía de Kotor, mas não se engane: Montenegro é muito mais que isso. Talvez em uma próxima viagem. :-)

#Montenegro #Europa #praia #Kotor #Perast #Budva #SvetiStefan #LesteEuropeu