3 dias em Munique

Nosso primeiro destino na Alemanha foi a bela cidade de Munique, na região da Bavária.

Munique une tradição, como o centro histórico e o prédio da prefeitura (Rathaus), com modernidade, como o Parque Olímpico e o Museu da BMW. E tudo pode ser regado a saborosos goles da típica cerveja alemã. E tem para todos os gostos: branca, escura, com limão (se chama Radler), copos de 500 mL, canecões de 1 litro e assim por diante.

Como chegamos no fim da tarde e já estávamos com fome, fomos jantar no Hofbräuhaus, que quer dizer "cervejaria da corte", visto que o espaço já foi uma fábrica de cerveja só para a nobreza. Ainda bem que hoje ele é aberto ao público em geral, e foi lá onde pudemos deliciar comidas típicas da Bavária! O lugar é um galpãozão lotado de mesas, tem música ao vivo e várias garçonetes com a roupa alemã clássica: o Dirndl. É como se fosse uma mini Oktoberfest fora da Oktoberfest. Comemos linguiça branca, carne de porco e, para acompanhar, cada um pediu um litro de cerveja HB, uma das mais famosas do país. Hummm!

Primeiro brinde para comemorar nossa chegada à Alemanha. Prost!

A Hofbräuhaus parece uma Oktoberfest fora da Oktoberfest. Vale a visita!

No outro dia, começamos nosso passeio pelo coração do centro histórico: a Marienplatz. O nome se deve à coluna de Santa Maria no meio da praça. Diariamente, às 11h e às 12h (e no verão também às 17h) há uma apresentação das marionetes na torre da prefeitura, que em alemão se chama Rathaus. O show dura 10 minutos e é uma graça de se ver! Chegue um pouco antes para poder garantir um bom lugar e, consequentemente, uma bela vista!

A prefeitura de Munique fica na praça principal da cidade, a Marienplatz

Na sequência, visitamos a igreja de São Pedro, a mais antiga de Munique. Por 3 euros, subimos até o topo e pudemos apreciar uma visão 360º da cidade, incluindo a Rathaus. Uma ideia é subir lá um pouco antes do espetáculo das marionetes, já que a vista é bacana e inclui a torre da prefeitura!

Vista do topo da igreja de São Pedro

Como já estávamos com uma fominha na descida, andamos mais alguns metros e fomos comer no Viktualienmarkt. São tantas opções que é difícil escolher: há várias barraquinhas com salsichas, pães (a Alemanha é um espetáculo nesse quesito), queijos, cervejas, sucos... sem falar na mostarda do país! Uma delícia!

Com mais meia hora de caminhada e de barriga "cheia", fomos até o English Garden. O parque, que é super aprazível, possui um riozinho com uma onda artificial. E adivinha o que os alemães fazem? Eles surfam. Isso mesmo! Faça neve, chuva ou sol, os alemães estão lá pegando uma onda no meio do parque! Diferente, não?

Faça chuva ou faça sol, os alemães surfam na onda artificial do English Garden

O English Garden é super arborizado e ainda possui um biergarten

Na volta, visitamos ainda a catedral de Munique, conhecida como "Church of our Lady". Com duas abóbadas da cor azul turquesa, a igreja é um dos grandes símbolos da cidade e vale ser visitada, pois é bem bonita!

No nosso segundo dia por Munique, fomos de metrô até a região do Parque Olímpico. Em 1972, a cidade alemã foi sede das Olimpíadas e, desde então, os locais aproveitam o espaço para torneios esportivos. Nós conferimos uma competição de escalada que foi bem bacana!

Pertinho do Parque Olímpico, está o Museu da BMW, que é dividido em duas partes: um show room, que é gratuito e mais interativo (o Renan, por exemplo, subiu em motos), e o próprio museu, que custa 10 euros por pessoa e possui váários carros, de todos os tipos e tamanhos. Nós não somos tão fãs de automóveis assim, mas o passeio realmente vale a pena!

O museu da BMW é diversão garantida, mesmo para os não tão fãs de automóveis

Outra visita imperdível para quem está por Munique é o castelo de Nymphenburg. Construído em 1664, o local era residência de verão da família real da Bavária. Foi lá onde nasceu o rei Ludwig II, que depois mandou construir um dos mais famosos cartões postais da Alemanha: o castelo de Neuschwanstein.

O castelo de Nymphenburg era residência estiva da família real da Bavária. Nada mal, não?

Depois de três dias bem aproveitados em Munique, alugamos um carro para conhecer as charmosas cidades da Rota Romântica!

#Alemanha #Munique #Bavária #Europa