Alemanha: uma viagem pela Rota Romântica

Com uma extensão de aproximadamente 350 quilômetros que vão desde Würzburg até Füssen, a Rota Romântica é um dos passeios preferidos dos turistas que visitam a Alemanha. E não é por acaso: o percurso, que engloba mais de 20 cidades, esbanja vilas charmosas, dá um show em termos de paisagens cênicas e ainda conta com uma deliciosa gastronomia.

Nós decidimos visitar 5 cidades em 4 dias e, para isso, alugamos um carro saindo de Munique. Como carro nacional na Alemanha é sinônimo de carro bom e não é tão caro como no Brasil, resolvemos pagar um pouco a mais por um Audi A1. E valeu muito a pena para termos uma viagem mais segura, confortável e flexível, afinal, com o carro é possível dormir em hotéis mais afastados e baratos. E claro que o Renan adorou a nossa extravangância. :)

Nossa primeira parada foi na idílica e charmosa Rothenburg ob den Tauber. Cortada pelo rio Tauber, a cidade é murada e até hoje conserva suas 42 torres da época medieval. Diz a lenda que, durante a Guerra dos 30 Anos, a vila não foi atacada porque o então prefeito Nusch bebeu quase 3,5 litros de vinho em troca da paz. Se é verdade, não sabemos, mas que valeu a pena, ah, com certeza valeu! Nós, turistas, agradecemos ao beberrão!

O centrinho de Rothenburg ob den Tauber é um charme

Andar na muralha em Rothenburg o.d.T. é um passeio bem gostoso e gratuito! Se o dia estiver ensolarado, melhor ainda. Conhecer a igreja de Santiago e a Rathaus (prefeitura) também são paradas obrigatórias e, na hora da fome, o centro é cheio de restaurantes para satisfazer todos os gostos. E de sobremesa, a especialidade da cidade: Schneeball (bola de neve), que é como uma bolachinha crocante em formato de bola. Uma delícia!

Rothenburg od den Trauber é murada e, até hoje, conserva suas 42 torres da época medieval

Nördlingen foi a segunda cidade da nossa Rota Romântica. Autêntica e cheia de charme, a vila tem um passado que a torna ainda mais interessante: há 14 milhões de anos, um meteoro atingiu a Terra e uma cratera se formou região da atual cidade por causa do impacto.

Fizemos uma trilha de 18 quilômetros dentro da cratera, no Geopark Ries. O percurso foi bastante plano, durou umas 5 horas e contou com lindas paisagens, além de maçãs e ameixas colhidas diretamente das árvores.

A trilha dentro da cratera de Nördlingen foi uma bela surpresa da Rota Romântica para nós​

No outro dia pela manhã, aproveitamos para passear pelo centrinho, andar na muralha e conhecer a igreja de São Jorge, cuja torre é um dos principais símbolos de Nördlingen.

Centrinho de Nördlingen com as casinhas para lá de charmosas

De lá, partimos de carro rumo a Augsburg. No caminho, fizemos uma breve parada pela pequenina Harburg, com um belo castelo no topo das montanhas.

Do carro avistamos o castelo de Harburg e decidimos fazer uma paradinha

Augsburg é a maior cidade da Rota Romântica e, por isso, é bem diferente das outras vilas. Começamos nosso dia pelo belo edifício renascentista da prefeitura. Na sequência, visitamos um dos lugares mais interessantes: o Fuggerei. No passado, a família Fugger era uma das mais abastadas da cidade e, na ocasião, foi responsável pela construção de importantes edifícios, como as casas populares mais antigas do mundo, conhecidas como Fuggerei. Até hoje moram 120 pessoas no local, sendo que cada uma paga, por ano, 0,88 centavos de euro e três rezas por dia.

Já imaginou pagar 0,88 de euro por ano para morar em uma dessas casinhas?

Fizemos também uma visita à belíssima catedral de Santa Maria, que é uma mistura de estilo românico e gótico e, no final do dia, passamos em frente à casa onde morou o pai do Mozart antes de se mudar para a Áustria.

Nossa última parada foi o majestoso Castelo de Neuschwanstein e a cidade de Füssen. O castelo, que serviu de inspiração para o castelo da Cinderela, da Disney, é bem diferente dos que havíamos visitado anteriormente pela Alemanha e nós simplesmente adoramos! Não entramos porque a fila era de 7 horas (!) (e não são vendidos bilhetes online), mas de fora o lugar já é maravilhoso. Andamos um pouquinho da entrada até a ponte Marienbrücke e tivemos a melhor das vistas.

Castelo de Neuschwanstein visto da ponte Marienbrücke

Por fim, almoçamos em Füssen, passeamos a margem do rio que contorna a cidade e contemplamos as belas casinhas.

Casas e fonte no centrinho de Füssen

Foram dias deliciosos e, para não deixar o clichê de lado, muito românticos.

#Alemanha #Europa #RotaRomântica #Bavária #trilha #Cidadela