A exuberante ilha de Møn

Visitar a Dinamarca está nos seus planos? Então anota aí: o país é muito mais que sua linda e vibrante capital, Copenhagen, e vale reservar mais alguns dias para conhecer outros lugares e sentir um pouco mais do estilo de vida deslocado e sossegado do dinamarquês.

Como tivemos uma semana no país, decidimos ficar 4 dias em Copenhagen e outros 3 na ilha de Møn, a menos de duas horas de carro da capital. O transporte público até lá (e por lá) é um pouco precário e, como a ilha é cheia de cantinhos que merecem ser explorados, a recomendação é alugar um carro. Acabamos pagando mais barato por um automóvel do que seriam as passagens de ônibus para duas pessoas e, durante toda nossa viagem, não paramos de comentar que essa foi a melhor decisão.

Famosa por seus penhascos de calcário à beira mar, a ilha de Møn possui uma das paisagens mais exuberantes de toda a Dinamarca. A grande falésia, conhecida como Møns Klint e localizada no leste da ilha, também contempla um museu, o Geocenter, que explica direitinho a formação geológica ao longo dos milênios. Vale a pena visitar o museu, andar pelas trilhas acima das falésias e também descer o penhasco por meio das escadinhas de madeira para conhecer a praia e apreciar a bela vista de outro ângulo.

A atração mais famosa da ilha: os penhascos de calcário

Além do Møns Klint, a ilha de Møn possui belas praias. Visitamos uma praia de areia mesmo, que estava totalmente deserta, na parte sul da ilha. Descobrimos depois que também há praias de pedrinhas mais movimentadas mais ao norte.

Praia deserta na ilha de Møn

Uma outra atração da ilha é o Kong Asgers Høj. Há mais de 7 mil anos, na Idade da Pedra, o povo "dinamarquês" enterrava as pessoas importantes, como os reis, construindo tumbas em morros. 23 montes foram construídos em Møn e um deles está aberto para visita até os dias de hoje. É bem bacana e diferente!

Há mais de 7 mil anos as pessoas muito importantes eram enterradas nestes montes

Entrada do Kong Asgers Høj

Stege é a maior cidade da ilha e uma das principais opções de hospedagem. Como estávamos de carro (mais um benefício!), pegamos um quarto do AirBnB em uma casa entre Stege e Møns Klint e adoramos. O lugar mais parecia uma chácara lotada de árvores frutíferas e hortas. E tudo à nossa disposição para ser colhido e comido. Uma delícia!

Ao fundo desse jardim, estava nosso quartinho alugado pelo AirBnB. Ai, que delícia!

Por meio de uma estreita ponte partindo do norte da ilha de Møn está ainda a pequeníssima ilha de Nyord, que merece ser visitada para um cafezinho no único restaurante da cidade antes da volta à Copenhagen.

A ilha de Nyord também tem uma igreja do século XIII com um belo barquinho pendurado. Um charme!

#Dinamarca #Copenhagen #Møn #Europa #Escandinávia