Um dia em Nantes

Nantes é um lugar diferente. Embora tenha um centrinho típico de cidades europeias com um belo castelo do século XV, seus arredores misturam um pouco de modernidade com resquícios de um antigo apogeu industrial. E são essas características que fazem valer a pena reservar um dia para explorar o município, que é o 6º maior da França.

Há alguns anos, o governo passou a investir em atrações culturais e turísticas e agora a cidade está começando a colher bons frutos desta estratégia.

Iniciar o passeio por Nantes significa conhecer sua linha verde. Isso mesmo, há uma marcação verde no chão em todo o centro que totaliza mais de 10 quilômetros e percorre os principais pontos da cidade. Utilizá-la é uma ótima forma de não se perder e conseguir ver as atrações mais importantes.

A linha verde fica no centro de Nantes e leva o turista para conhecer os principais pontos turísticos. Mas prepare as pernas: são mais de 10 quilômetros!

O castelo dos duques da Bretanha foi construído como residência da nobreza bretã no século XV e hoje hospeda o museu histórico de Nantes, que aborda os cinco séculos de história da cidade. É super bonito contemplá-lo por fora, e para quem tiver mais tempo, o museu pode ser uma ótima opção para aprender mais sobre o lugar.

O castelo de Nantes foi residência da nobreza bretã e hoje abriga um museu

Pertinho do castelo está a torre LU, um dos símbolos do apogeu industrial de Nantes. A marca LU é famosa na França por seus biscoitos e, no passado, as bolachas eram fabricadas na indústria abaixo da torre. Atualmente, o Lieu Unique, como é chamado desde 2000, conta com restaurantes e lojinhas.

A torre LU fica no espaço de uma fábrica de antigos biscoitos franceses

A catedral Saint Pierre e Saint Paul demorou quase 500 anos para ser construída e, hoje em dia, abriga as tumbas dos condes François II e Marguerite de Foix. A visita é gratuita e vale muito a pena!

A tumba dos condes bretões foi encomendada por sua filha Ana, rainha da França

O museu Les Machines de L'Île foi o nosso lugar preferido da cidade. Localizado na ilha de Nantes, no rio Loire, o museu é sensacional para quem gosta de tecnologia misturada com um pouco de surrealismo. Na sua frente, fica um elefante gigante de mais de 12 metros que faz passeios com turistas. Tudo muito diferente e criativo! E pensar que há alguns anos só havia indústrias nesta área da cidade...

O elefante gigante é um dos principais símbolos de Nantes

Em uma passagem subterrânea próxima ao museu está o Memorial da Abolição da Escravidão. Na época do tráfico negreiro, mais de 2.000 navios saíram de Nantes para as Américas e, hoje em dia, um memorial de 90 metros está na cidade para que o passado não seja esquecido e o futuro seja desenhado de forma diferente.

Ao longo do período da escravidão, saíram mais de 2.000 navios para as Américas. Um futuro para não esquecer e não repetir!

No mesmo bairro fica uma belíssima galeria construída no século XIX: Le Passage Pommeraye. Dentro estão lojas famosas de roupas. Vale dar uma passada para contemplar a arquitetura do lugar e, quem sabe, fazer umas comprinhas.

Passamos um dia delicioso em Nantes e, na sequência, seguimos para La Rochelle.

#Europa #França #Nantes